15 de jan de 2011

AMOR...

. Amor, é quando o primeiro e o último pensamento do dia, é o ser amado.
. É quando mesmo que a distância, se sente do outro a fragrância.
. A princípio é um germe latente, que invade o coração da gente, criando um tumulto inocente...
. É quando te vira de ponta à cabeça, sem deixar que nada pereça.
. É sentir no outro a esperança de voltar a ser criança, compartilhar, brincar, se desnudar...
. Amor, é um frêmito no corpo, quando se tem o endosso do outro...
. Amor, é Ser masculino é Ser feminino, é Ser ativo e receptivo...
. É Ser inteiro nas suas polaridades, porque busca a felicidade.
. Amor, é não se sentir só, mesmo permeado pela distância, porque sei que o que está dentro de ti, é o mesmo que está em mim...
. É sentir no outro a esperança, mesmo que por vezes bata à porta a insegurança.
. É estar atenta aos movimentos que acalenta...
. Amor é calor, é flexibilidade, é ouvir a alma de verdade...
. É desejar o toque, o cheiro, é querer estar por inteiro.
. Amor, é deixar para trás o que não cabe mais...
. É se renovar sempre, em cada momento presente.
. É deixar a alma se abrir, falar, se expressar e junto com ela cantar...
. É se deixar levar pelo coração, ponderando a razão sem que ela predomine nesse instante sublime.
. Amor....amor é isso, apenas o início da busca de si mesmo nesse nosso enredo.