27 de abr de 2011


Agradeço meu Deus,
em minha prece enternecida,
as almas boas
que me deste a vida,
no campo da afeição.

Agradeço os amigos
que me emprestas,
que me toleram falhas e defeitos,
equilibram-me os passos imperfeitos,
dando-me paz e luz ao coração.

Chico Xavier